Grupo 1: Carboidratos

Fazem parte desse grupo: os pães, massas, arroz, batata e cereais. Esses alimentos são a base da pirâmide alimentar e a maior fonte de energia para o corpo. Estão inclusos aqui a glicose, a sacarose, a maltose e o amido, que constituem os principais elementos dos alimentos ricos em carboidratos.

Consumo recomendado por dia: de 6 a 11 porções 

Grupo 2: Verduras e legumes

Esses alimentos possuem os componentes essenciais para o bom funcionamento do organismo: ferro, fibras, sais minerais e vitaminas. Eles ajudam a regular o funcionamento do organismo e contribuem com muitos benefícios a saúde.

As folhagens, por exemplo, possuem clorofila, elemento que oxigena e limpa o sangue. Sua ingestão pode prevenir a anemia, pois também há presença de ácido-fólico e fósforo. Os legumes amarelo-alaranjados e vermelhos como a cenoura, a abóbora e a beterraba ajudam a tonificar a pele, são antioxidantes (retardam o envelhecimento) e previnem uma infinidade de cânceres.

Consumo recomendado por dia: 3 a 5 porções.

Grupo 3: Frutas

As frutas possuem várias vitaminas e substâncias que trazem diversos benefícios para o organismo de quem as consome. A mais conhecida é a vitamina C, presente na laranja, no limão e na acerola. Ela é anti-oxidante e previne resfriados e gripes.

Outras frutas têm o poder de desintoxicar o sangue e diminuir o nível de colesterol, como é o caso do melão, da uva e do abacaxi. Existem, ainda, aquelas que atuam como laxante, auxiliando na limpeza do intestino. São elas: a manga, o kiwi e o mamão.

Consumo recomendado por dia: 3 a 5 porções.

Grupo 4: Carnes, ovos e grãos

Esse grupo é o dos alimentos construtores. A grande quantidade de proteínas ajuda na formação e crescimento do corpo das crianças até a fase adulta. São alimentos como carnes, ovos, feijão, lentilha, grão-de-bico, nozes e castanhas que auxiliam na estrutura óssea, formação de tecidos do cérebro, dos músculos, de diversos órgãos e da pele.

Na fase adulta, o consumo equilibrado desse tipo de comida pode ajudar a manter a saúde do corpo, no fortalecimento de ossos e músculos e na cicatrização de eventuais ferimentos.

Mas quando a dieta é pobre de proteína pode acarretar baixa estatura nas crianças, fraqueza muscular, anemia, deficiência hormonal e baixa defesa contra diversas infecções.

Consumo recomendado por dia: 2 a 3 porções.

Grupo 5: Laticínios (leites e derivados) 

Nesse grupo temos o leite e todos os seus derivados, como iogurtes, coalhadas e queijos. Esses alimentos são ricos em minerais e proteínas, auxiliam na formação dos tecidos musculares, ósseos e nervosos.

O leite é uma importante fonte de cálcio e fósforo, que ajudam a manter a integridade dos ossos, além de contribuir com a vitamina B12 e com gorduras e açúcares, que dão muita energia.

Toda criança precisa ter os laticínios inclusos em sua dieta para que tenham um bom desenvolvimento, mas os adultos não devem descuidar, principalmente, os idosos, que precisam de um reforço para manter os músculos e ossos fortes.

Consumo recomendado por dia: 2 a 3 porções.

Grupo 6: Lipídios (óleos e gorduras) e açúcares

Os alimentos que possuem gorduras e açúcares concentram maior energia do que os carboidratos e as proteínas. Porém, essa energia é armazenada na forma de tecido adiposo e, por isso, deve-se ter muito cuidado. É recomendado, pelos nutricionistas, consumo moderado de tudo que contenha essas substâncias, como manteigas, maionese, creme de leite e doces em geral.

Consumo recomendado por dia: 1 a 2 porções.